• CBME

Hoje celebramos o Dia do Mindful Eating.

No dia de hoje nós, diretoras do CBME, gostaríamos de compartilhar com vocês o que estamos comemorando:


"Quando você olha rapidamente para o Mindful Eating pode parecer que o tema geral é comida, então você pensa que é sobre descansar os talheres enquanto come ou checar a sua fome antes de montar o prato. Até que você faz uma xícara de chá quente e se senta junto com a prática sincera e dá espaço para ela, você olha no fundo dessa xícara vê a sua vida toda, como você se comunica, como se relaciona, os seus medos e quem sabe seu coração protegido de qualquer fogo da vida. Mindful Eating para mim é isso uma forma de abrir o coração.


Eu poderia dizer que o CBME é espaço de expressão e que foi pouco a pouco se aprofundando nas intenções. A cada desafio e a cada desânimo aparece a mesma árvore de 2016, uma árvore com raízes profundas e puras. Em alguns momentos mal posso vê-la e as vezes duvido que está ali. Então quando menos espero ela reaparece, como em uma reunião numa quinta tarde com a Paulticha e Dani. Acredito que essa árvore seja o refúgio do CBME, um lugar calmo e puro com as sementes da compaixão. A minha intenção é me refugiar nessa árvore e ser refúgio para todas as pessoas que sofrem com a comida e o corpo."

- Driele Quinhoneiro


“O CBME para mim é um espaço potente recortado do macrocosmo e que simula em si todos os desafios da vida lá fora. Aqui a gente aprende, vive o que está sendo pauta no mundo como dar voz as mulheres, tentar dar voz as minorias, proteger e acolher os corpos e validar que esses possam ser como são. Estando no CBME eu desejo que cada pessoa possa ter segurança física, mental e alimentar. O mindfulness é essa estrada que a gente escolheu para poder sermos mais quem verdadeiramente somos a cada dia. De poder nos conhecer e ter mais maneiras de sermos verdadeiramente felizes e nos tornarmos livres do sofrimento. Quando a gente busca aliviar o sofrimento com o corpo e a comida pelo Comer Consciente, de um jeito ou de outro, a gente acaba encontrando a verdadeira essência da nossa mente que é feita de amor e compaixão.”

- Paula Teixeira


“À primeira vista podemos dizer que o mindful eating é sobre trazer mindfulness para nossa relação com o comer e com a comida. Conforme caminhamos na prática, encontramos através do comer um caminho para chegar à consciência plena da vida: em um grão de milho percebemos as abelhas, as nuvens de chuva, muitas gerações de ancestrais desenvolvendo seu cultivo cuidadoso, as escolhas coletivas sobre cultivar a terra e a surpresa de uma pipoca. É sobre nos permitir escolher, a cada mordida, como queremos estar aqui, quais escolhas nos nutrem, cultivam relações e sustentam a vida, mesmo diante e através das maiores dificuldades. Para mim a prática do Comer Consciente é como uma floresta, que se sustenta na sabedoria da vida que nela se desdobra em diversidade, acolhendo, multiplicando, nutrindo, ao simplesmente ser como ela é. Estar no CBME, para mim, significa proteger e cultivar um espaço para que cada vez mais pessoas possam acessar e compartilhar essas práticas de forma profunda e genuína.”

- Daniela Araujo


Agradecemos, do fundo do coração, a companhia ao longo dessa jornada. Que sigamos caminhando, lado a lado.


Para acessar as lives, em inglês, promovidas pelo TCME em comemoração ao Dia Mundial do Mindful Eating, inscreva-se aqui.





(Na foto, da esquerda para a direita: Paula Teixeira, Daniela Araújo, Lynn Rossy, PhD e presidente do TCME Tasting Mindfulness e Driele Quinhoneiro, em janeiro de 2020, no retiro de formação de instrutora/es de mindful eating no programa Eat for Life.)


#DiadoMindfulEating #MindfulEatingDay #WMEM2021 #MindfulEatingMonth #TCME #MindfulEating #Mindfulness #selfcompassion #CBME #MMME2021 #Autocompaixão

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Centro Brasileiro de Mindful Eating

Mindful Eating Brasil

Um resgate a consciência ao comer e ao amor pela comida