• CBME

O MANIFESTO DO CORPO

Atualizado: Mai 20



Imaginar

Imagine um mundo onde todos os corpos são valorizados e todas as pessoas são apoiadas em autocuidado compassivo.


É assim que nós chegaremos lá:


Romper

Rompa com as injustiças que levam à insatisfação corporal, alienação, vergonha, trauma, saúde debilitada e desconexão com o corpo, incluindo discriminação de peso, racismo, sexismo, cissexismo, ableísmo (discriminação de pessoas com deficiência física, mental ou emocional), discriminação de idade, classicismo, entre outros.

Desafie as narrativas que centralizam pessoas privilegiadas e sub representam, marginalizam e violam as outras.


Nutrir

Nutra sua compaixão por si mesmo e pelos outros.

Apoie a todos no desenvolvimento da resiliência para viver bem em um mundo injusto.


Respeitar

RESPEITE – todos os corpos, independente da aparência, tamanho, forma, gênero, idade, classe social, capacidade, e todas as outras características que nos tornam humanos.


Acreditar

Acredite no nosso poder de curar a nós mesmos e a nossa cultura.


Conectar

Conecte-se com a comunidade crescente que reconhece, valoriza e celebra as múltiplas identidades que enriquecem as nossas experiências.


Transformar

Transforme a cultura da injustiça que limita nossa identidade em uma comunidade global mais justa, compassiva e respeitosa.


IMAGINAR, ROMPER, NUTRIR, RESPEITAR, ACREDITAR, CONECTAR, TRANSFORMAR

Fonte: “The Body Manifesto”, Linda Bacon, 2017 - www.LindaBacon.org


Tradução: nutricionista e instrutora de Mindful Eating em treinamento Tainá Gaspar

Revisão: Diretora do CBME - Driele Quinhoneiro

0 visualização

Centro Brasileiro de Mindful Eating

Mindful Eating Brasil

Um resgate a consciência ao comer e ao amor pela comida