• CBME

Um olhar cuidadoso para pessoas com obesidade em tempos de pandemia

    Estamos vivendo um momento de insegurança e incerteza, ainda processando as informações e reunindo esforços para entender uma nova doença que tem assustado e, infelizmente, tirado a vida de muitas pessoas ao redor do mundo, a COVID-19.

    A comunidade científica está com seus olhos voltados para essa doença na busca por compreender seus mecanismos de ação, e assim encontrar formas de combate, prevenção e proteção para as pessoas que se enquadrem nos grupos de risco. Todos os esforços são válidos e reconhecidos com genuíno desejo de proteção a vida. Porém, cabe mencionar que os estudos ainda são recentes e podem não ser representativos para toda a população mundial, visto que cada país tem suas particularidades. A inclusão da obesidade como fator de risco merece nosso olhar gentil para não seguirmos um caminho que pode ser fácil e com muitos julgamentos que podem não corresponder a realidade. O caminho do estigma do peso.

    O estigma do peso pode ser entendido como a discriminação de uma pessoa por causa do excesso de peso ou obesidade, e é bastante comum na sociedade e muitas vezes extrapolado para os ambientes de atendimento à saúde. No Reino Unido apenas 26% das pessoas que buscaram tratamento para a obesidade relataram ter sido tratadas com respeito e dignidade por profissionais da saúde, e outros estudos apontam que é comum que essas pessoas sejam vistas como preguiçosas ou com falta de vontade, o que aponta para o desconhecimento sobre as causas biológicas subjacentes da obesidade. Apesar de a obesidade estar sendo estudada como um fator de risco, agora e mais do que nunca é preciso olhar com atenção para o estigma do peso para que essas pessoas sejam protegidas não apenas de um vírus, mas também da rejeição social tão comum em nossa sociedade.

Escrito por Ana Paula Leme (Colaboradora do CBME da Ciência) Revisado por Driele Quinhoneiro (Diretora do CBME)

Referências Bibliográficas:

The Lancet Diabetes & Endocrinology (Editorial). Obesity-related stigma—hiding in plain sight. May, 2020. Disponível em: https://www.thelancet.com/journals/landia/article/PIIS2213-8587(20)30123-6/fulltext

Stefan, N., Birkenfeld, A.L., Schulze, M.B. et al. Obesity and impaired metabolic health in patients with COVID-19. Nat Rev Endocrinol, 2020. Disponível em: https://www.nature.com/articles/s41574-020-0364-6

Kass DA, Duggal P, Cingolani O. Obesity could shift severe COVID-19 disease to younger ages. The Lancet, May, 2020. https://www.thelancet.com/journals/lancet/article/PIIS0140-6736(20)31024-2/fulltext

All-Party Parliamentary Group on Obesity. The current landscape of obesity services: a report from the All-Party Parliamentary Group on Obesity. 2018. https://static1.squarespace.com/static/5975e650be6594496c79e2fb/ t/5 af9b5cb03ce64f8a7aa20e5/1526314445852/APPG+on+Obesity+- +Report+2018.pdf (accessed Feb 27, 2020).

6 visualizações

Centro Brasileiro de Mindful Eating

Mindful Eating Brasil

Um resgate a consciência ao comer e ao amor pela comida